Você salvando o planeta para as gerações futuras!

EMPODERAMENTO DAS MULHERES

Hoje, as mulheres já provaram que são capazes de atuar em áreas que antes somente os homens podiam atuar. Apesar do avanço, ainda existem barreiras em alguns ambientes conservadores.

A causa do empoderamento das mulheres é antiga ao contrário do que se pensa. Em função de um incêndio que matou mais de cem operárias em Nova York em 1911, foi criado o Dia Internacional da Mulher. Em 1932, no Brasil, as mulheres conquistaram direito de voto opcional no Brasil e, em 1946, ele se tornou obrigatório, tal como o dos homens.

Desde então, o caminho tem sido difícil para as mulheres. Para garantir os direitos humanos das mulheres a Organização das Nações Unidas (ONU) criou a ONU Mulheres, em 2010, no Brasil e no mundo. A ONU Mulheres tem sede em Nova Iorque, nos Estados Unidos com escritórios regionais em países da África, Américas, Ásia e Europa. Nas Américas e Caribe, o escritório regional está situado no Panamá. No Brasil, o escritório opera em Brasília.

Desde 2010, a ONU lançou Os Princípios de Empoderamento das Mulheres:

  1. Liderança corporativa

Estabelecer liderança  no mais alto nível, com sensibilidade à igualdade de gênero — ou seja, permitir que as mulheres alcancem cargos de liderança, em competições igualitárias com os homens.

  1. Equidade no ambiente de trabalho

Tratar todas as pessoas, independente do gênero, de maneira justa no ambiente de trabalho, com respeito e apoio aos direitos humanos e à não discriminação.

  1. Saúde, bem-estar e segurança

Garantir saúde, bem-estar e segurança para todas as mulheres e todos os homens que fazem parte de uma organização profissional.

  1. Capacitação

Promover a educação, o desenvolvimento profissional e a capacitação a todas as mulheres.

  1. Empreendedorismo feminino

Apoiar o empreendedorismo feminino e promover políticas que deem poder às mulheres por meio de cadeias de suprimento e marketing — a empresa não pode afirmar que promove a igualdade, enquanto suas campanhas para o público externo não permitem o empoderamento.

  1. Igualdade de gênero

Promover a igualdade de gênero, por meio de ações direcionadas à comunidade e ao ativismo social — apoiar para que o empoderamento feminino ultrapasse as paredes da empresa.

  1. Monitoramento dos resultados

Medir e documentar os progressos de qualquer empresa na promoção da igualdade de gênero — assim, casos de sucesso poderão servir de exemplo e inspiração para outras instituições.

A diferença biológica entre homem e mulher é evidente. Porém, competência e habilidade é questionável. São visões diferentes.  Porém, uma força de trabalho diversificada é crucial para promover inovação e traz benefícios reais para os empregadores.

Ainda há muito o que fazer para que as empresas entendam o valor do trabalho diversificado, apesar de que muitos alicerces já foram estabelecidos.

 

Redação de Sustentabilidade com Você